16 agosto, 2010

Sonho, Desejo, Tudo.

Já é noite, e a vida continua para todos eles, mas para eu que estou presa nesta ilusão, o tempo não passa, me sinto ainda como uma criança, desprotegida.
Um dia eu sonhei em encontrar alguém que me ajudasse, que me livrasse de todas as minhas aflições. Mas esse alguém nunca apareceu, muitas vezes pensei ter encontrado, mas a minha esperança foi em vão, e por isso desisti deste meu sonho que na verdade era apenas um sonho, certo?
Eu nunca conseguiria alcançar nada com esta vida que levo...como esperar por alguém, sendo que não confio nestes seres tão estranhos?
Desejei fervorosamente encontrar algum humano, que fosse humano realmente, pensasse como um, agisse como um. Mas isso não existe, portanto deverá ficar adormecido dentro de meus pensamentos.
Agora está na hora de despertar, e tentar me tornar uma "humana" pois só assim vou conseguir seguir em frente, conseguir "viver", pois não me sinto viva.
As Flores das arvores balançam sutilmente contra o vento noturno, tudo ao meu redor está vivo, a grama, o céu, o vento, as pessoas...me sinto estranha, pois não faço parte disto, nunca fiz e nem sei se poderei fazer um dia.

Um comentário:

  1. ninguém poderá te livrar dessas aflições, além de você mesma. beijos

    ResponderExcluir